BLOG

Blog Single Image

26

out

O PANETTONE E SUA HISTÓRIA

Tradicional iguaria consumida na época do Natal, o panetone é um pão doce, recheado de frutas secas (uvas passas e frutas cristalizadas), com fragrância de baunilha. Sua consistência macia é resultado de um processo de fermentação natural que surgiu no início do século 20; quando dois padeiros milaneses empreendedores começaram a produzir panetones em grandes quantidades no resto da Itália. Em 1919, Angelo Motta começou a produzir sua marca de bolos de mesmo nome. Foi também Motta quem revolucionou o panetone tradicional, dando-lhe a sua forma de cúpula alta, fazendo a massa crescer três vezes, durante quase 20 horas, antes de cozinhar, dando-lhe a textura leve tão familiar. A receita foi adaptada pouco depois por outro padeiro, Gioacchino Alemagna, em meados de 1925, que também deu seu nome a uma marca popular existente até hoje. A dura competição entre os dois padeiros conduziu à produção industrial do bolo.

Ele tem uma forma de cúpula, que se estende de uma base cilíndrica e geralmente é de cerca de 12 a 15 cm de altura para uma panela com peso de 1 kg. É feito durante um processo longo que envolve a cura da massa, que é ácida, semelhante à fermento. O processo de prova sozinho leva vários dias, dando ao bolo suas características esponjadas distintivas.

A Obra Prima traz esse ano duas versões dos Panetones Lazzaroni, que são de dar água na boca, o Eleganza e o Blu flowers.

 

Ambos são produtos à base de forno cozido naturalmente (especialidade italiana): farinha de trigo (glúten), sultanas de passas 14%, açúcar, manteiga (leite), cascas confitadas de laranja 6% (cascas de laranja, xarope de glucose-frutose, açúcar), fermento natural (farinha de trigo) (glúten), gemas de ovo, emulsionantes: mono e diglicerídeos de ácidos graxos, xarope de glucose-frutose, proteínas do leite, sal, sabores, leite desnatado.

Harmonização

É servido em fatias, cortadas verticalmente, acompanhadas de saborosas bebidas quentes ou de um vinho doce, como Moscato d’Asti ou ainda um espumante. Em algumas regiões da Itália, é servido com crema di mascarpone e tipicamente um licor doce como Amaretto.

Gostou?
Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro de lançamentos, receitas, dicas ou curiosidades sobre o mundo dos vinhos, destilados e alimentos.

  • FACEBOOK
  • TWITTER
  • YOUTUBE
  • INSTAGRAM
  • PINTEREST

Texto: Thálisson Mota


Fale Conosco

55 (41) 3085-0030

atendimento@obraprimaimportadora.com.br

Rua Santo Antônio - 73 - Rebouças
Curitiba/PR - Brasil CEP: 80230-120