Blog

Fale Conosco
  • Home
  • Blog
  • Bordeaux – A região dos melhores vinhos

Bordeaux, nome muito conhecido no mundo dos vinhos, mas você sabe por quê?
Diretamente associado aos famosos vinhos franceses. De fato, Bordeaux é sinônimo de vinho em todos os aspectos. É de lá que vem o maior número de bebidas de alto padrão disponível no mercado. Nenhuma outra região do mundo concentra uma produção tão vasta de vinhos de nível superior, especialmente os tintos, mas também os brancos.

Bordeaux

Mas o que dizer dessa região situada perto da costa Atlântica, no sudoeste de França?
Bordéus foi fundada no século III a.C. com o nome de Burdígala devido aos bitúriges viviscos, uma tribo gaulesa da região de Bourges. O primeiro povoado era situado na foz do rio Devèze, afluente do rio Garona. Etimologicamente, Burdígala pode ser um nome aquitano: Burdi significava “ferro” e gala se traduz por “fundição”. Portanto, Burdígala poderia significar “fundição de ferro”, designando, deste modo, o lugar onde se forjavam as armas e objetos da vida quotidiana. O nome evoluiu para Bordigala, Bordèu em gasconhês e Bordeaux em francês. Em português, é assim chamado “Bordéus”.

Bordéus foi a capital francesa por alguns meses durante a Primeira Guerra Mundial. Em 3 de setembro de 1914, após ataque aéreo alemão na cidade de Paris, o governo e o parlamento transferiram sua sede para a cidade, retornando para Paris somente no dia 22 de dezembro de 1914.

Bordeaux2

Bordeaux é a região com maior extensão de vinhedos na França. Com cerca de 120 mil hectares, muitos deles localizados em volta de châteaux – castelos que são sedes de grandes vinícolas e produtoras. Com verões quentes e longos que favorecem o cultivo e amadurecimento completo das uvas, a região é dividida em 54 sub-regiões.

Com inúmera diversidade de produção, Bordeaux abriga aproximadamente 9 mil produtores sendo eles responsáveis por mais de 700 milhões de garrafas por ano, sendo produzidos desde vinhos de mesa mais simples até grandes bebidas, mais complexas e de qualidade incomparável, consideradas as mais caras do mundo.

Bordeaux3

Da produção em Bordeaux, 60% corresponde a uva Merlot, 26% em Cabernet Sauvignon, e 12% são de Cabernet Franc. No entanto, varia de acordo com a sub-região produtora. Por exemplo, em Médoc e em Graves, a casta mais comum é a Cabernet Sauvignon, com percentual de 55% a 70%. Em Saint-Emilion, por sua vez, a uva mais comum é a Cabernet Franc, que tem utilização entre 55% a 65%. Já na sub-região de Pomerol, a variedade que predomina é a Merlot, com mais de 80% da produção.
De maneira geral, os vinhos de Bordeaux são considerados tintos secos de corpo médio e muito elegantes.

Bordeaux4

Já as brancas, as principais castas são a Sémillon, com 55% do total da produção da região; a Sauvignon Blanc, com 34% e a Muscadelle com 7%. Ainda existe um grupo de outras uvas que também participam desta produção como as Ugni Blanc, Merlot Blanc, Colombard e Ondenc, que juntas totalizam algo em torno de 4 dos vinhedos de castas brancas da região.

Bordeaux5

Os vinhos Bordeaux Superieur, como sugere o nome, são consideradas versões superiores dos vinhos de padrão AOC da região. Eles podem ser tanto tintos como brancos, e podem vir de qualquer lugar da região.

Bordeaux6

Os Bordeaux são mais ricos e complexos do que os vinhos padrões, devido às vinhas que lhes dão origem, que tem maior densidade de plantio, o que resulta videiras mais fortes e saudáveis.

Incrível não é mesmo?

Agora ficou melhor ainda degustar um excelente Bordeaux.

Confira a seleção de vinhos Bordeaux Obra Prima:

  CHÂTEAU LES MILLAUX EXCELLENCE CHÂTEAU LES MILLAUX BORDEAUX CHÂTEAU LES MILLAUX SUPERIOR PRESTIGE
Château Les Millaux Excellence Château Les Millaux Bordeaux Château Les Millaux Sup. Prestige
Fonte: ESTILO DE VIDA – Vinhos e Gastronomia
Adaptação: Thálisson Mota
Revisão: Jéssica Wrzesinski